terça-feira, 12 de junho de 2012

Assassino

E eu sei que vou te encontrar, em algum lugar...


 Essa história eu me inspiro hoje na minha amiga Sheila Ferreira, que é amiga profissional e pessoal. Essa história é verídica e que aconteceu ontem (11/06/2012).

Eu olhava para aquele garoto, lindo, loiro e belo, seu perfume ficava um cheiro no ar pelo resto do meu dia, seu sorriso ficava no meu pensamento, e seu olhar não me deixava dormi. O pai dele era primo do meu pai, o que ajudava que me aproximar mais dele. Infelizmente os pais deles se separam e ele se mudou com a mãe para Pernambuco, fiquei sem o Allan.

Aquela agonia me matava por dentro, esperava, e rezava para que se um dia puder a velo novamente pode abraçar-te e encher de beijos. Teu sorriso me fazia falta, mesmo se não for eu o motivo dele, mesmo se você não sentir minha falta. Eu sinto a sua.

Posso ser muito boba de ter uma paixão assim, sem te tocar, sem te beijar, sem dizer que eu te amo. Mais esse é meu jeito de te amar, é um pouco bagunçado e meloso demais, mais é meu jeito.

Fiquei sabendo que você vai se mudar para são Paulo, você não faz ideia de quanto eu estou em êxtase nesse momento! Meu coração vai sair pela boca, ouvidos, olhos, nariz e todos os lugares possíveis e impossíveis! E quase pirei quando fiquei sabendo que no dia seguinte iríamos à mesma festa. Eu fico imaginando como você esta, se mudou algo. Fico sonhando acordada com seus lindos olhos.

Passei a sexta e o sábado inteirinho arrumando uma bela roupa e meu cabelo, não sou acostumada me maquiar, mas eu passei a melhor que pude, e realmente estava linda! Quando te encontrei naquela festa, comecei a ficar gelada e sem ar, com vergonha e com vontade de te abraçar, você estava mais lindo do que nunca, seu olhar, seu cheiro, seu sorriso... Como eu sentia falta disso.

Eu e você começamos a conversa, um pouco a cada dia, mais eu tinha certeza que eu queria muito te conquista. No final do expediente do trabalho, minha mãe me deu uma noticia terrível, de lembrar eu fico sem chão. Realmente e literalmente eu fico sem chão, como pode? Por que justo com você? Meu coração entre em chamar e dos meus olhos escorrem lágrimas sem parar. Minha mãe não hesitou e logo me deu a noticia: Pai do Allan o tirou a vida.

Eu não sabia se corria se gritava, se me jogava no chão, eu apenas chorei. Só isso. E peço a Deus que cuide do Allan, por que mesmo que ele não esteja comigo, eu sempre vou gostar dele.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Olá gente.

Essa história é verídica. O Allan faleceu nessa segunda feira (11/06/2012). Após seu pai telo matado atirou em sua sogra e em seu próprio filho, depois tentou se matar com uma bala perto do peito. Ele não foi morto e esta no hospital internado. Seu filho morreu na hora.

Sua esposa esta dopada pelo acontecido e pelo fato de presenciar tudo.

Agora eu digo para vocês, onde esse mundo vai parar? Meu Deus, como a mãe do Allan vai ficar quando receber o corpo morto em Pernambuco? Hoje em dia não existe mais amor de pais e filhos, está cada vez pior, a cada segundo.

Vou passar para vocês o site da reportagem e o artigo descrito pela policia.

Pai atira no próprio filho e ameaça se matar


Na tarde desta segunda-feira (11), um homem de 41 anos fez o filho de 17 anos refém na Estrada Turística do Jaraguá, no bairro São Domingos, zona oeste da capital. O garoto estava morando em São Paulo há três meses e o pai teria tido uma crise de ciúmes.

De acordo com os policiais, o homem atirou no garoto e depois teria atirado no próprio peito. O jovem morreu e o suspeito foi socorrido e levado ao Hospital das Clínicas.

Segundo vizinhos do suspeito, ele e a mulher são casados há muito tempo e a família era unida. Informações iniciais indicam que o motivo da discussão que resultou nos disparos, seria uma desconfiança do pai de que o filho estivesse envolvido com sua mulher.

O caso vai ser registrada no 46º Distrito Policial de Perus, na Rua Fiorelli Pecicacco, 320.


Allan, que vocês descance em paz, e que deus cuide muito bem de ti.

2 comentários:

  1. Momentos como esse são inesperados, e dolorosos de mais.
    Se você ama alguém de verdade, diga a ela. Não espere cinco minutos, meia hora, um dia, uma semana, um mês, ou um segundo que seja. Talves essa pessoa vá embora sem nunca saber que você a amava. Não ligue pro que os outros vão pensar, pq ninguém vai sentir e sofrer a sua dor. Hoje ele se foi, e o meu coração ficou. Em pedacinhos, triste, mais, como o título da mensagem nos fala, tenho certeza de que irei encontrá-lo algum dia, em algum lugar, e aí sim, poderei dizer que sempre o amei, e que continuarei a amá-lo até onde existir fôlego de vida. Que Deus te guarde e te faça muito feliz meu anjo. Você vai estar Sempre no meu coração. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga, por me inspirar a escrever essa história incrivel. Que deus esteja sempre com você te dando forças para continuar a caminhada por essa longa estrada da vida.

      Excluir

Obrigada por comentar *-*